Lista de livros vestibular UFPR 2020 com link para download em PDF

A UFPR publicou a algum tempo a relação de obras literárias que o candidato a uma vaga na instituição em 2020 deverá ler e conhecer. Com as provas do vestibular 2020 aproximando-se, nós do site materialescolar.2020.com.br resolvemos listar neste artigo quais as obras solicitadas.

São 8 obras, de autores consagrados nacionalmente e o conhecimento sobre elas será um diferencial na análise e interpretação de texto. Lembrando que uma redação sobre qualquer uma delas poderá ser solicitada pela UFPR.

1. O Uraguai – Brasílio da Gama

Uruguay

Escrito em 1769 por Basílio da Gama, é um poema épico que retrata a disputa entre jesuítas, índios e europeus nos Sete Povos das Missões no Rio Grande do Sul.

O Uraguai fala da expedição mista de portugueses e espanhóis contra as missões jesuíticas. Em questão estava a cobrança para que o Tratado de Madrid, realizado em 1756 fosse cumprido.

2. Últimos Cantos – Gonçalves Dias

Gonçalves Dias

Uma obra de 1851. Gonçalves Dias é conhecido por ser o primeiro grande poeta no Brasil e autor do livro Canção do Exílio.

Um dos poemas mais importantes do livro é I-Juca-Pirama, o nome foi tirado da língua tupi e possui um significado trágico: “aquele que vai ser morto”. Esta parte do livro retrata um índio que preso por outra tribo, pede por liberdade para cuidar de seu pai. Ao ser liberado e retornar para sua tribo, o índio é rejeitado por seu pai que o acha covarde. A narrativa segue de forma triste para o índio.

3. Casa de Pensão – Aluísio de Azevedo

Casa de Pensão - Aluísio Azevedo

Escrito em 1884, a obra foi baseada em um fato real: a questão Capistrano, que é um crime que foi muito comentado no Rio de Janeiro no ano de 1876/1877.

O autor seguiu sua linha naturalista e na obra mostra problemas relacionados ao preconceito de classe, raças, a miséria e as injustiças sociais.

A narrativa conta a história de um jovem rico que foi morar em outra cidade para estudar. Lá, acabou caindo em um golpe de má fé, onde tentaram arranjar um casamento para que conseguissem arrancar todo o seu dinheiro. Na trama, precisando retornar a sua cidade uma vez que seu pai morreu, no dia do embarque ele é abordado por um oficial de justiça e policiais que tem contra ele uma denúncia que ele era sedutor de uma moça. Após conseguir sair como inocente, ele é morto.

4. Clara dos Anjos – Lima Barreto

Clara dos Anjos - Lima Barreto

Lima Barreto é um autor considerado pré modernista e negro. Se atualmente a sociedade é considerada racista, imagine a sua época.

Ele se auto considerava que um escritor precisava rebelar-se sempre. Clara dos Anjos, uma mulher negra e pobre, inocente, acaba envolvendo-se com o músico Cassi Jones. A obra mostra uma crítica racial e social a sua época.

5. Sagarana РGuimaṛes Rosa

Sagarana - Guimarães Rosa

Escrito em 1946, Guimarães Rosa entrega linguagem inovadora a época e fala da vida rural em Minas Gerais. O principal conceito da obra é o regionalismo universal, pois mostra a realidade do sertanejo junto dos desejos humanos que sempre são atuais: ambição, amor, etc.

A obra é composta por nove novelas, entre as principais: O Burrinho Pedrês, A volta do marido pródigo e Conversa de Bois.

6. Morte e Vida Severina РJọo Cabral de Melo Neto

Morte e vida severina

Trata-se de um poema dramático “Morte e Vida Severina” é a criação do poeta pernambucano João Cabral de Melo Neto (1920-1999). Escrito entre 1954 e 1955, é um auto de Natal de temática regionalista.

Morte e Vida Severina retrata a trajetória de Severino, que deixa o sertão nordestino em direção ao litoral.

7. Nove Noites – Bernardo Carvalho

Nove Noites - Bernardo Carvalho

Escrito em 2002 por Bernardo Carvalho, Nove Noites é uma narrativa que se apresenta como um misto de romance-reportagem e de romance-policial; uma escrita que mostra uma obsessão investigativa, na tentativa de averiguar fatos ocultos, na busca incessante pela verdade.

8. Relato de um certo oriente – Miltom Hatoum

Relato de um certo oriente

Relato de um certo Oriente, escrito em 1989, foi primeiro romance de Milton Hatoum, trata-se de um tema bastante comum: dramas familiares. A representação das dificuldades presentes na convivência do dia-a-dia das famílias e com amigos entre si, com seus diferentes segredos e comportamentos, faz desta obra um grande enredo.

 

Gilmar Penter

Fotógrafo, ator e comunicador. Gil é apaixonado pelas artes e pela aventura que é a vida. Nas palavras, vê uma chance de mudar o mundo, mesmo que para isso tenha que vir até ele, afinal, passa muito mais tempo no mundo da lua.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content