Como escolher material escolar em 2020 – Dicas, como comprar

Como um ato sustentável e para economizar, você pode aprender como fazer material reciclável, afinal final ou início de semestre vem com uma necessidade: a lista de material escolar.

Antes que você vá fazer as compras, verifique os materiais dos anos anteriores para ter certeza de que não há possibilidade de reutilizar algum deles.

Confira dicas sobre como fazer material escolar reciclável e ajudar ainda mais o meio ambiente e os seus gastos!

Veja a lista de onde comprar material em Guarulhos, Fortaleza, Curitiba.

A Scritta Papelaria e Informática

Como escolher material escolar?

Se você preza pela saúde do meio ambiente e sabe o quanto isso pode interferir no futuro dos seres humanos, alguns critérios de avaliação podem ser usados para escolher o material escolar caso você não consiga reciclá-los:

  • Informe-se sobre a qualidade do produto – qualidade inferior pode até garantir um preço menor, mas a durabilidade também pode não ser a esperada,
  • Tenha certeza de que o material escolar não seja tóxico para a saúde das crianças,
  • Confira as informações do fabricante, principalmente sobre sua visão quanto ao meio ambiente e preocupação com a sociedade.
  • Confira a matéria-prima usada no material escolar, dando preferência para aquelas que são renováveis ou que são recicladas pós-consumo. Exemplos:
  • Tecidos ecológicos, feitos de algodão e garrafas PET reciclados,
  • Madeira 100% reflorestada e certificada,
  • Papel reciclado,
  • Fibras de papel proveniente de fontes confiáveis e de florestas que são geridas de maneira sustentável,
  • Fibras renováveis e recicladas.

Essas ideias estão sendo altamente utilizadas pelas empresas, então hoje em dia é muito fácil encontrar materiais ecologicamente corretos.

Como fazer material escolar reciclável?

A Scritta Papelaria e Informática

Certas famílias não possuem suporte financeiro suficiente para adquirir materiais escolares novos todos os anos e podem depender, em alguns casos, de doações de materiais que já não serão proveitosos de certos alunos.

Outras famílias também podem estar com problemas financeiros e buscam por toda e qualquer alternativa para evitar novos gastos.

De acordo com um relatório da organização não-governamental World Wildlife Foundation (WWF), são necessários cerca de 10 litros de água para fazer uma folha de papel de tamanho A4. É realmente bastante e surpreende, não é?

É por isso que precisamos falar sobre certas medidas de conscientização sobre a sustentabilidade, preservação, reutilização e a desigualdade social. Algumas atitudes podem fazer a diferença na vida de muitos alunos e famílias – desenvolva essas qualidades na criança para um futuro melhor.

Veja estas dicas abaixo para fazer material escolar reciclável e garantir uma boa economia:

  • Lápis pela metade continuam escrevendo normalmente!

Ensine a criança a utilizar o objeto até o fim. Como foram gastos e mais curtos, é possível acoplar um item chamado de “alongador” ou “extensor” que facilita o uso,

  • Folhas de cadernos do ano letivo anterior que não foram utilizadas podem se transformar em um bloco de notas ou mesmo em um caderno novo, customizando-o.

Para isso, basta retirar as folhas inutilizadas, reutilizar a espiral e as mesmas capas do antigo caderno. Caso queira, corte as folhas e faça furos com a ajuda de um furador e coloque-as em uma pasta.

Para fazer um bloco, costume as folhas com agulha.

  • Canetas ou marcadores secos? Algumas gotas de álcool de cozinha ou de água podem fazê-las voltar a funcionar,
  • Borrachas e canetas que estão pela metade ainda podem continuar sendo utilizadas até que finalizam por completo,
  • O estojo pode ser customizado, em especial se a criança enjoar da estampa, assim se evita a compra de um novo,
  • Procure livros usados em um sebo para evitar a compra de um novo material,
  • Faça troca de materiais com outros alunos, desde que eles estejam bem cuidados.

Além disso, cuidar dos materiais escolares durante o ano é fundamental para garantir uma vida útil mais longa, assim é possível reaproveitá-los para o próximo ano letivo!

Algumas orientações de preservação desse material reciclável são:

  • Tampe bem as colas bastão, as líquidas e as canetas para evitar o ressecamento,
  • Encape os cadernos para proteger as capas e dar mais durabilidade até que todas as folhas sejam usadas,
  • Deixe o compasso em sua própria embalagem ou em um estojo rígido para que ele não entorte ou perca sua ponta,
  • As réguas podem ser armazenadas dentro de pastas, livros ou cadernos para que elas não se quebrem,
  • Coloque a tesoura em um compartimento que não vá lhe trazer machucados e é um item que dura bastante tempo.

As mochilas são objetos que podem facilmente serem descartadas, o que é errado – o uso delas pode ser preservado por muito tempo quando se faz uma boa limpeza.

Agora que você aprendeu como fazer material escolar reciclável, coloque as ideias em ação!

Gilmar Penter

Fotógrafo, ator e comunicador. Gil é apaixonado pelas artes e pela aventura que é a vida. Nas palavras, vê uma chance de mudar o mundo, mesmo que para isso tenha que vir até ele, afinal, passa muito mais tempo no mundo da lua.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content